Total de visualizações de página

sábado, 12 de outubro de 2013

Capítulo 111: Feliz Dia das Crianças (12.10.13)


Hoje acordei cedo para presentear uma pessoa especial para mim. Presente este que escolhi por horas em meio a muitos passos espremidos ao meu redor. Não satisfeito com as ofertas busquei por longos planos e caminhos, nenhum traduziam o olhar dele, nem mesmo seu sorriso. Então parei e me questionei: o que oferecer a uma alma tão gentil e doce?

Por um instante me lembrei de como eu era na infância, como este dia era esperado, tão quanto o natal. A alegria de abrir um presente, aquele embrulho que quanto mais difícil, mais saboroso. Um presente mais encantador que o outro, ainda que simples, pois para as crianças da minha época brincar era sempre um imenso prazer.

Hoje não se faz infâncias como eram feitas antigamente. Sinto falta das “Estrelas”, das “Grows” e dos “Legos” acessíveis e encantadores da vida. Hoje tudo mudou, as crianças mudaram. Agora a indústria midiática e escolar as tornam adultas mais cedo com a desculpa que precisam exercitar sua inteligência. Desculpem-me, mas minha inteligência e criatividade sempre foram exercitadas de outra forma... pois por um tempo eu tive o prazer de dizer: eu fui criança.

Queria voltar naquele tempo, que bom foi, mas não posso. Mas posso tentar proporcionar a uma alma querida um pouco do que senti.

Depois de muito buscar achei um LEGO (não é propaganda é critica neste momento). Até a coca-cola é mais fácil achar que este brinquedo. Hoje em menor quantidade, escondido em meio a outros do Paraguai ou da China, estão esquecidos e inacessíveis pelo preço muito, mas muiiiiiiiiiiiiiito alto.  Creio que os donos da LEGO se julgaram só dos que têm poder aquisitivo maior (quem sabe). Mas eu fiz questão de comprar, pois quis mostrar a ele como foi minha infância, na época em que estes e outras grandes marcas eram feitos para todos, e não para poucos.

E num mundo onde cavalinhos de madeira, bambolês, e outros brinquedos e brincadeiras foram esquecidos no quintal... num mundo de permissividade e de valorização intensa da sexualidade precoce... eu escolhi fazer diferente.

Acordo de manhã; preparo o café; espero aqueles pequenos pezinhos adentrarem a cozinha, com um sorriso menino me saldar. Um abraço apertado e depois um beijo saudoso. Seus olhinhos procuram por todo o canto a surpresa, eles não precisam esconder que a felicidade do dia pertencente a ele é maravilhosa. Corro para o quarto e trago-lhe um presente, maior que ele, que mal consegue carregar, mas tenta. Seus olhos brilham e os meus umedecem, lagrimas de felicidade querem sair. Ele está feliz: é o Dia das Crianças.

E então eu faço a minha prece naquele obrigado fofinho e risonho: “Senhor Deus que no dia de Hoje todas as crianças sejam abençoadas, que a elas nunca falta o essencial, como o amor, a saúde e a infância hoje tão violada. Que aqueles que não podem ter um presente, que recebam de tuas mãos a graça da felicidade e da saúde... Quiçá o senhor me escute e faça chover presentes do céu. Pois nessa hora sou cowboy, eu sou o seu menino, pedindo Abba Pai... cuida das crianças senhor, pois o mundo se esqueceu de cuidar e ser uma! Amém”.


A todos as crianças e ao meu pimpolho: Um Feliz Dia das Crianças!




video


Abraço a todos...





BY ME S2 (S-FCSP)

Atenção.... torne-se agora mesmo um seguidor deste blog e fique por dentro de todas as novidades e posts.
Clique Aqui

OBS:
        Se você quer seguir este BLOG e não quer ser identificado e nem quer que ninguém saiba que você segue basta clicar na opção "SEGUIR ANONIMAMENTE".
        Agora, se você não tem problemas em seguir abertamente este BLOG... è só clicar na Opção "SEGUIR PUBLICAMENTE".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou do Post? VOTE e ajude-nos a manter o BLOG no TOP GLS!